Home » Indústria 4.0 » Internet Industrial: como pensar no futuro e ao mesmo tempo sobreviver?
Internet Industrial: como pensar no futuro e ao mesmo tempo sobreviver?


JUNHO
26
2017

Em: Indústria 4.0
Internet Industrial: como pensar no futuro e ao mesmo tempo sobreviver?

Pelissari e 3DInnov receberam a ABII, Associação Brasileira de Internet Industrial, para um webinar de IOT que aconteceu no último dia 23/06 e sediará evento da Associação nos dias 02 e 03 de julho.

O webinar que teve como tema IOT e suas aplicações foi muito mais que isso, nele o público pode acompanhar um debate sobre o futuro da indústria no Brasil.

O diretor da ABII e Corporate IT Senior Manager da Embraco Luciano Borges Lopes participou do evento online e junto de Christian Geronasso Especialista em Inovação da Pelissari e Marcos Loest Diretor da 3DinnovBR falou sobre a difícil escalada que aguarda as corporações na evolução da Internet Industrial no Brasil.

Já existem diversas soluções e ferramentas facilitadoras para a transformação digital das empresas, mas este é um processo que pode levar muito tempo ainda.

Para Luciano, o Brasil é um país cheio de conhecimento, experiencia, dinheiro e oportunidades para explorar. A ABII surgiu de uma iniciativa entre o Senai, Embraco e Pollux para dar foco e criar oportunidades para acelerar a Internet Industrial no país. “Olhando que a transformação digital deve ser uma realidade e não um sonho, a conexão da empresa deve existir para melhorar a competitividade”, e Luciano ainda acrescenta: “Vamos ainda ver como unir esforços para trabalhar para o desenvolvimento do país, dos nossos filhos, e das próximas gerações”

A internet permitiu novos modelos de empresas surgissem e a tendência é que aumente mais ainda este volume, mas como as empresas antigas podem entrar nesta competição e se reinventarem para o novo mercado, que já é digital?

O nosso mundo, escritório, mudou, hoje tudo acontece no mobile. A tecnologia mudou, e isso é visível principalmente na ciência, evoluímos a ponto de poder criar próteses sob medida, em impressoras 3D, permitindo adaptação quase instantânea ao paciente.

Mas o maior impacto que a transformação digital traz é a tomada de decisão imediata. Antes, decisões eram tomadas com atraso, empresas antes gastavam cerca de 2 a 3 meses para saber se teriam condições de comprar outra empresa, hoje, através do ERP esta informação surge na hora.

A Pelissari une-se a ABII e a 3DInnov com o intuito de fortalecer seus clientes e através do ERP S/4HANA, que considera como plataforma para a Indústria 4.0, oferecer todo o imediatismo que as corporações precisam.
Para a Marcos Loest, diretor da 3DInnov, as corporações não podem mais apenas se estabilizar, e fica o grande desafio para o qual dedicam-se as parcerias e associações para a Indústria 4.0 como estas da ABII e Pelissari. “Como pensar no futuro e ao mesmo tempo sobreviver?”

Sempre haverá instituições, corporações, associações e startups destinadas a impulsionar a inovação e competitividade no país e dar suporte à indústria para sua sobrevivência e avanço e a Pelissari assume este papel nesta evolução.

* internet industrial, indústria 4.0 e transformação digital têm o mesmo objetivo e por isso neste artigo foi considerada apenas uma questão de nomenclatura, por isso neste texto todos os termos são utilizados de forma igualitária.



 
Compartilhar

VER TODAS NOTÍCIAS >